Felp22 - Flores De Plástico

Felp22 - Flores De Plástico

“Felp22 – Flores De Plástico” Lyrics:
Flores de Plástico Lyrics, Letra:

/ Letra de “Flores de Plástico” de Felp22

/ Intro

Sei que esses menor se inspiram em mim, tá ligado?!

Então, tenho que mostrao melhor pra eles

A vida é feita de escolhas

Mas nós tem’ que mostra o sentimento

Sinceridade nas palavras

/ Verso 1: Felp22

Inalcançável

Consagro o retorno das ruas em cima daquele tapete vermelho

Lembra daquele ditado, mano, os últimos serão os primeiros

O líder protege a família antes do dinheiro

Viemos de baixo além do еxtremo

Vivemos no ápice do dеsespero

Quantos que tentaram e pararam por falta de opção?

Quantos que viram sua vida indo pela contramão?

Quantas portas se fecharam, a mente tava em crise

Deus te disse, calma

Eu não faço por dinheiro, eu não tenho preço

Porque essa porra vem da alma

Planto semente nesse solo que essas flores são de plástico

E eu ando tão frio igual nevasca no Ártico

É que meus versos nas esquinas é tipo material didático

Abrindo a sua mente em meio ao cenário trágico

Sou tipo mágico

Hoje porto o microfone, antes fuzil automático

Foi tudo rápido, a visão captou

Ouviu meus discos, o diagnóstico foi fantástico

Eu sei, eles não entendem o recado

Quando peço a liberdade dos meus manos privado’

Na pátria eu sou mais um filho bastardo

Nessas ruas me consagram mais um rei renomado

Não quero mancha de sangue no novo Balenciaga

Tô de rolé pela área de caminhonete blindada

Aqui não é banda de rock, mas ela joga na cara

Meu mano, segura o AK como se fosse guitarra

/ Interlúdio

“O mais importante nesse negócio é a honestidade, integridade, dedicação, família e nunca se esquecer de onde veio

Obrigado, Charlene

Você é o que é nesse mundo

Só pode ser duas coisas

Ou você é alguém, ou é ninguém.”

/ Verso 2: Felp22

Me torno rei no Rio, igual Drake em Toronto

Eu tô empilhando essa grana até a altura dos ombros

No ataque, eu armo, driblo, sua defesa eu desmonto

É que eu tô tipo Stephen Curry na linha de três pontos

Então vai, falo da vida de um jovem que ficou rico nas esquinas

As estrelas nascem aqui, onde você nem imagina

Nessas ruas nós que move, olha os discos de platina

A calçada é dourada pra não esquecer que brilha

É tanta inveja que até sufoca

Às vezes é foda da corda, uns fazem laço, outros se enforcam

Esse roteiro já tá chato, mina

Então troca ou você confia em mim ou acredita em fofoca

Sempre que eu caio eles temem meu retorno

Eu sigo firme, já me levantei outras vezes

Do poço que eu fui pra lama, da lama eu fui pro topo

Agora vario meus dias entre Porsche e Mercedes

Eu sei que alguns me traíram e o coração tá no freezer

No pulso, eu pus um Rolex com safira no vidro

Eu comprei um armário novo só de peça de grife

Jovem rico dessas ruas é meu novo apelido

Read more